terça-feira, 30 de abril de 2013

OS PEIXES BEBEM ÁGUA?

Na verdade, não é bem isso que acontece. Os peixes estão em constante contato com a água, por isso, eles não precisam bebê-la para hidratar sua pele e órgãos sendo assim, eles praticamente não ingerem líquida. A pequena quantidade de água que entra pela boca vai para as brânquias, órgãos respiratórios onde também acontecem as trocas de água com o ambiente. Nos peixes de água doce a concentração de sais é maior no corpo do peixe do que na água que o cerca permitindo o liquido entra por osmose favorecendo a eles um rim bem desenvolvido. Os peixes que abrem e fecham a boca constantemente são os de água doce. Já os peixes de água salgada fazem o inverso. Eles tendem a perder água para o ambiente e seus rins são menos desenvolvidos, justamente para evitar a perda de líquido, e o excesso de água é eliminado por glândulas nas guelras, mas é necessário ter uma boa circulação da água para isso ocorrer de maneira correta. 

O excesso de sais é eliminado por meio de glândulas especiais localizadas nas brânquias, para realizar uma série de funções, é fundamental manter uma boa circulação de água. Por isso, depois da entrada do líquido, o peixe fecha a boca e pequenos ossos chamados opérculos obstruem a superfície das brânquias, também conhecidas como guelras. Com o fechamento desses orifícios, é criada uma pressão que faz com que a água seja impulsionada em direção aos filamentos branquiais, principais responsáveis pela retirada do oxigênio segundo o biólogo Naércio Aquino Menezes, do Museu de Zoologia da USP. Á partir desse processo o sangue do peixe flui-nos vasos capilares que ficam localizados nas brânquias em sentido oposto ao da água. Essa contracorrente entre a água e o sangue faz com que o oxigênio passe para o sangue, enquanto a água faz o processo de absorção do gás carbônico. Esse processo dura cerca de segundos o peixe abre os opérculos, eliminando a água. 

Os peixes constituem a maior população de seres em um único reino. Chegam a ser mais numerosos que os humanos .Os peixes são bastante curiosos e constituem uma ótima plataforma de estudos para quem quer fazer novas descobertas Os peixes se alimentam principalmente de pequenos organismos presentes na água e de animais menores que ele. Mais uma curiosidade sobre os peixes, você sabia que os peixes não dormem? O que eles fazem é apenas alternar estados de vigília e repouso. O período de repouso consiste em um aparente estado de imobilidade, em que eles mantêm o equilíbrio através de movimentos bem lentos. Algumas chegam a deitar no fundo do rio ou do mar, outros menores se escondem na hora do descanso para não acabarem virando comida dos peixes maiores .Os peixes não conseguem respirar sem que um corrente de água, sempre renovada, passe em suas guelras. Essa circulação ocorre pela boca, em direção aos opérculos, que se baixam e se erguem regularmente. Assim a água é filtrada quando passa pelas guelras, obtendo assim o oxigênio necessário para respiração, são muitas curiosidades envolvendo os peixes ,sabemos que eles representam a maior classe em número de espécies conhecidas entre os vertebrados. Acredita-se que os peixes tenham surgido por volta de 45 milhões de anos atrás. Por isso sempre estão surgindo novas descobertas em relação aos mesmos.

Figura 1: Ilustração do processo de osmorregulação em peixes de água doce (à esquerda) e salgada (à direita).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário